Sexta-feira, 22 de Junho de 2007

EDP e BCP II

O rearranjo que a EDP fez da sua posição no BCP é simplesmente explicado pelos limites que existem à exposição de activos na regulamentação sobre fundos de pensões e que são supervisionados pelo Instituto de Seguros de Portugal. A valorização dos títulos BCP elevou essa exposição para valores superiores a 10% do fundo.
Publicado por Helena Garrido às 19:08
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Contacto

helena_garrido@sapo.pt

Entradas recentes

EDP e BCP II

Temas

aeroporto

automóvel

banca

bce

bcp

conjuntura

desemprego

desigualdade

edp

educação

emprego

energia

flexisegurança

governo

inflação

media

ota

saúde

semana prevista

união europeia

todas as tags

Pesquisar

 

subscrever feeds