Quarta-feira, 6 de Junho de 2007

E o BCE subiu a taxa de juro

Como se esperava o BCE subiu hoje a sua principal taxa de referência de 3,75% para 4%, a oitava desde Dezembro de 2005 e atingindo-se o valor mais alto desde Setembro de 2001.

 

A decisão foi acompanhada pela divulgação de projecções macroeconómicas para a área do euro marginalmente mais optimistas para o crescimento - 2,5 previa em Março, agora aponta para 2,6% - e com perspectivas de inflação também ligeiramente mais altas - de 1,8% para 2%.

 

 

No enquadramento aponta para o elevado crecsimento que se vive no mundo que está de facto a viver tempos de grande prosperidade mas para os lados do Pacífico - excepção feita para o Japão. O crescimento estimado para o PIB mundial fora da área do euro é de 5,8% este ano, face a 6% em 2006. Mas a economia norte-americana e japonesa vão abrandar.

Publicado por Helena Garrido às 22:18
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Contacto

helena_garrido@sapo.pt

Entradas recentes

...

FMI: muitas medidas, pouc...

Inflação e lei laboral

O adeus a Tony Blair

Flexisegurança, Portugal ...

O preço da (in)justiça so...

O maravilhoso mundo novo

Sarkozy e a vantagem de s...

Privatização da REN com p...

E assim se cumpriu o dest...

Temas

aeroporto

automóvel

banca

bce

bcp

conjuntura

desemprego

desigualdade

edp

educação

emprego

energia

flexisegurança

governo

inflação

media

ota

saúde

semana prevista

união europeia

todas as tags

Pesquisar

 

subscrever feeds