Quarta-feira, 23 de Maio de 2007

Ainda o desemprego

No Diário Económico mais algumas reflexões sobre o problema do desemprego em Portugal.

 

É verdade, como diz vg em comentário ao meu artigo, que pode ser uma "purga", um mal necessário. Mas os seus efeitos podem e devem ser minimizados para que o doente não morra da cura. Com medidas sensatas e cautelosas, isto é, evitando incentivos perversos que alimentem por exemplo a subsidiodependência

Publicado por Helena Garrido às 17:23
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos

Contacto

helena_garrido@sapo.pt

Entradas recentes

...

FMI: muitas medidas, pouc...

Inflação e lei laboral

O adeus a Tony Blair

Flexisegurança, Portugal ...

O preço da (in)justiça so...

O maravilhoso mundo novo

Sarkozy e a vantagem de s...

Privatização da REN com p...

E assim se cumpriu o dest...

Temas

aeroporto

automóvel

banca

bce

bcp

conjuntura

desemprego

desigualdade

edp

educação

emprego

energia

flexisegurança

governo

inflação

media

ota

saúde

semana prevista

união europeia

todas as tags

Pesquisar

 

subscrever feeds